Eduardo Paes acaba com a poupança por mérito-escolar

18/08/2009

Eduardo Paes, absurdamente, acabou com o bônus mérito-escolar, criado em 2007 pelo então prefeito Cesar Maia.

Esse bônus dava direito aos alunos que, no final de cada período (inicial, intermediário e final), obtivessem o conceito Global MB, recebessem o bônus Mérito-Escolar correspondente a dois salários mínimos, que era dobrado se o conceito MB ocorresse em todas as disciplinas.

Agora, Eduardo Paes transformou a poupança numa premiação. Os alunos que obtiverem conceito MB no último ano receberão um laptop de presente, daqueles que o governo Sérgio Cabral comprou superfaturados. E isso sem avaliarem a progressão, o desempenho do aluno antes do último ano escolar.

Mas esta é a escola de Sérgio Cabral, a entrega de um laptop fica bem mais bonita na foto…

Leia abaixo o decreto de Eduardo Paes:

DECRETO Nº 30932 DE 30 DE JULHO DE 2009

Dispõe sobre o Mérito – Escolar na forma que menciona e dá outras providências.

CONSIDERANDO o estímulo e o exemplo na motivação para o estudo;

CONSIDERANDO o universo de alunos que alcançam e concluem o último ano do ensino fundamental;

CONSIDERANDO o quantitativo de alunos que obtêm conceito global MB (Muito Bom);

CONSIDERANDO a importância de premiar, dentre os alunos avaliados com conceito global MB ( Muito Bom), aqueles que se destacam, em todas as disciplinas, com nota 9 (nove) e 10 (dez),

DECRETA

Art. 1.º Os alunos que, ao final do 9º ano do ensino fundamental, tiverem obtido, durante todo o ano letivo, nota 9 ( nove) e 10 (dez) em todas as disciplinas, e conceito MB (Muito Bom), receberão o Prêmio Mérito Escolar, correspondente a um computador portátil individual – Laptop.

Art. 2.º Fica revogado o Decreto N.º 28.462 de 21 de setembro de 2007.

Art. 3.º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Rio de Janeiro, 30 de julho de 2009 ; 445º ano da fundação da Cidade.

Anúncios