Eduardo Paes e as Milícias

Eduardo Paes recebeu do presidente da CPI das Milícias da Alerj, o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL), o relatório final dos trabalhos da CPI, que foi aprovado por unanimidade em 16 de dezembro de 2008, no plenário da Alerj, indiciando 225 pessoas, incluindo os vereadores Carminha Jerominho e Cristiano Girão.

Paes se comprometeu a tomar medidas contra as milícias, como abrir licitação ainda neste ano para regularizar o transporte alternativo, uma das principais fontes de renda das milícias. O prefeito prometeu ainda fiscalizar e proibir novos financiamentos públicos de centros sociais mantidos por parlamentares ligados às milícias.

Os deputados da CPI devem ter se esquecido que, até pouco tempo atrás, Paes era defensor das milícias, tendo sido inclusive apoiado por Carminha Jerominho e Jorge Babu nas últimas eleições. Será que acreditam mesmo que algo será feito?

Eduardo Paes afirmou, em uma entrevista ao RJTV na corrida para o Governo do Estado em 2006, que as milícias trazem tranquilidade para a população e são uma “ação com inteligência”. Leia a transcrição:

“Você tem áreas do Estado em que o Estado perdeu a soberania por completo, a gente precisa recuperar essa soberania. Olha, vou dar um exemplo, que as pessoas sempre perguntam como pode recuperar essa soberania. Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. É um bairro que a tal da polícia mineira, formada por policiais, por bombeiros, trouxe tranquilidade pra população. Morro de São José Operário: era um dos morros mais violentos desse Estado, agora é um dos lugares mais tranquilos. Vila Sapê, ali em Curicica. Ou seja, com ação com inteligência, você tem como fazer com que o Estado retome a soberania nessas áreas”

Veja no YouTube, Eduardo Paes e as Milícias: http://www.youtube.com/watch?v=DXY7DRa2PXA

Durante a campanha para a prefeitura, no ano passado, houve denúnicas de Eduardo Paes fazendo propaganda com Carminha Jerominho em uma Favela do Rio de Janeiro, dominada por milícias. Carminha foi presa pouco antes por comandar milícias e é filha do vereador Jerominho, além de sobrinha do deputado Natalino, também presos por comandarem grupos de milícia no Rio de Janeiro.

Além disso, o vereador Jorge Babu, recém-expulso do PT por envolvimento com as milícias, fez campanha ativamente por Paes no segundo turno.

Veja algumas denúncias em: http://coturnocarioca.blogspot.com/2008/09/eduardo-paes-e-milcia.html

Leia mais sobre o “comprimisso” de Paes contra as milícias em:

Anúncios

One Response to Eduardo Paes e as Milícias

  1. jorge luis mendonca disse:

    Eduardo Paes nada está fazendo no rio ate agora. A noite deveria ter alguns guardas municipais para mutarem bares como na rua correa dutra, exemplo de um Bar OASIS, musicas, altissimas, cadeiras na rua, churracos como se fosse uma quadra de escola de samba
    e a policia é chamada mas as vezs nao vem e quando vem saem, e eles continuam. Um algazarra só em uma rua residencial. Nao podemos nem atender um telefone pois o som entra dentro de nossas casa mesmo com janelas fechadas, as crianças nao dormem, nem os mais velhos pois começam as 16hs e somente acaba por volta das 3 hs da manha. Falamos com o dono e este falou dane-se

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: