Confusão na Saúde Municipal

Hospital Lourenço Jorge fecha emergência por falta de médico
Sérgio Duran – O Globo e Bom Dia Rio (resumido)
27/01/2009 às 09:18hs

RIO – Pela terceira vez só neste mês, uma emergência de hospital do Rio fechou por falta de médicos. Na noite da segunda-feira, a emergência do Hospital Lourenço Jorge, da rede municipal, na Barra da Tijuca, ficou fechada por duas horas e meia (das 20h30m às 23h).

De acordo com funcionários, logo depois da troca das equipes, às 19h, apenas três médicos haviam aparecido ao trabalho. Uma hora e meia depois do início do plantão as portas foram fechadas. Havia apenas um cirurgião, um clínico geral e a médica chefe do plantão trabalhando durante a madrugada.

Além da falta dos médicos, funcionários de uma empresa contratada para fazer a segurança da unidade também abandonaram os postos. Dos oito profissionais escalados apenas um permaneceu no trabalho. O motivo: um protesto pelo atraso dos salários.

No dia 19 de janeiro, ponto facultativo no Rio por causa do feriado de São Sebastião, dia 20, os plantões de várias unidades de saúde estavam desfalcados. No Hospital Lourenço Jorge, quem procurou o serviço de vacinação antirrábica não conseguiu ser atendido por falta de profissionais. As emergências de outras unidades também estavam sem de especialistas.

No início desse mês, um concurso público, promovido pela Secretaria estadual de Saúde, provocou o fechamento de três emergências de hospitais estaduais. Funcionários terceirizados teriam se inscrito na prova e, por isso, faltaram aos plantões.

Veja a matéria completa em O Globo:

Anúncios

3 Responses to Confusão na Saúde Municipal

  1. Andre Gustavo Milward disse:

    Mais uma prova da falta de pulso e de competencia gerencial para administrar. Não sabe como e onde fazer as coisas funcionarem. Não sabe utilizar os recursos que dispõe para dar o choque administrativo em areas sencíveis pára a população. Enfim não sabe nada nem de como começar a fazer, ao invés disso só faz bobagense trapalhadas dignas de um “PASTELÃO” … é LAMENTÁVEL ASSISTIRMOS A UM PREFEITO COMPLETAMENTE PERDIDO EM SUAS ATITUDES … Como já disse anteriormente: Começamos mal, muito mal ! AG

  2. > Caros amigos,
    > Lendo a matéria e conversando com amigos meus que trabalham e alguns que já trabalharam por lá, apenas posso dizer que o que está acontecendo, é reflexo de promessas mediatas que tomariam e não tomaram. Outro detalhe, o estado não proporciona a população assistência como deveria, então, juntando com a precariedade de outros municípios do estado , que a população destes, em êxodo municipal, procuram os hospitais municipais daqui e os baixos salários pagos aos profissionais, o que acontece vai continuar acontecendo.
    > O que me deixa perplexa é um prefeito e um governador, atacarem de forma verbal os profissionais, colocando a população que desconhece a realidade da saúde, contra estes e ninguém toma providências. Sei que existem péssimos profissionais da área, que não querem trabalhar, porém é uma minoria, mas por causa do desconhecimento da situação de que o setor saúde está sendo mal administrado,faz assim o apagar das lembranças de campanha, que não foram postas em prática mediatamente como foi proposto e com uma ampla divulgação na mídia.Sendo assim, infelizmente a população e os profissionais de saúde é quem pagam.
    > Abraços florestais para voces.

  3. LUCIANA ROMÉRO disse:

    Depois que o Dr. RONALDO GAZZOLA foi à óbito, nunca mais vi a SMS funcionar!
    Com o CESAR MAIA, pelo seu próprio esforço, claudicava.

    Depois veio um prefeitinho feito pelo CM, que nem soube aproveitar a oportunidade de aprender, mesmo errando a princípio, em 1993, e cuspiu no prato!
    Pior: Respingou não só no nosso PREFEITO, mas em toda a população carioca, pois a KD???

    Sem falar no restante, só acrescentando este, kd as UPAs? Pois não estão funcionando, e digo isso como médica!

    Além de hospitais fechando, pacientes sem atendimento, ou precário etc… Não, a culpa não é do pessoal da Saúde!

    E onde fica a SAÚDE MENTAL nesta crise? As CAPs não estão se aguentando! E pedem socorro pra nós do H. U. Pedro Ernesto, único, pois no mais nada tb funciona no Estado; Este, apenas porque é um Hospital Universitário!
    Pois é…Haja contenção de suicidas!!!

    E sabem porque nada funciona e ainda vai piorar? Porque não pagam um salário digno ao MÉDICO, ao pessoal da saúde!

    E aí eu pergunto? Assim como nós, quem faz a PCRJ andar? Não são os servidores? Ou eles se bastam? Todos pagam contas, fazem refeições, sustentam famílias…E como querer que o coitado do servidor tenha “boa vontade”, com tantas preocupações quando vai trabalhar?, pensando agora nas contas já não pagas?

    Não. Não é a crise! É a falta de vergonha e de sensibilidade dos nossos atuais governantes, despreparados, pois foram péssimos alunos do nosso GRANDE MESTRE, que está levando os cariocas e assim, os servidores municipais à loucura!

    Planos eu tenho, mas não os direi aqui. Só quando o CM voltar!, pois já tenho a vivência necessária pra isso (Fui boa aluna; Aprendi) e tb pra não dar de bandeja a quem não se importa com o RIO.

    É pra chorar mesmo! Ao menos enquanto aguardamos a volta do nosso querido MESTRE!

    LUCIANA ROMÉRO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: