Amadorismo na saúde: a questão dos autistas

Em reportagem recente ao Jornal do Brasil, versão impressa, o secretário municipal da Pessoa com Deficiência, Márcio Pacheco, afirmou que atualmente não existe tratamento para portadores de autismo na cidade do Rio de Janeiro. Por conta disso, ele e o prefeito Eduardo Paes anunciaram, no dia 7 de janeiro último, que implantarão o tratamento na cidade baseado em “novas metodologias” trazidas dos EUA, que consideram adequadas.

Na verdade, existe sim tratamento para autismo na rede pública municipal, realizado em cinco CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) há mais de dez anos. Este tratamento é fundamentado em políticas estabelecidas pelo Ministério da Saúde desde 1998 e possui resultados notáveis.

Além disso, há no Brasil e principalmente no Rio de Janeiro diversas iniciativas de pesquisas científicas sérias sobre o assunto. Por exemplo, o Prociencia, um programa de apoio à pesquisa da UERJ, vem desde 1999 financiando pesquisas sobre o tratamento praticado nos CAPS do Rio. Essas pesquisas são reavaliadas a cada três anos e vêm obtendo resultados positivos. Além disso, acaba de ser aprovado um projeto de pesquisa sobre o assunto, financiado pelo CNPq em parceria com o Ministério da Saúde.

Diante disso, pergunta-se: estarão o prefeito e secretário simplesmente desinformados? Como de fato existe tratamento no município, feito sob diretrizes do Ministério da Saúde, com resultados positivos, onde está o tal alinhamento da prefeitura do Rio com o Governo Federal, uma vez que a prefeitura propõe algo radicalmente diferente?

Esta situação absurda demonstra o amadorismo da equipe do atual prefeito.

Veja em:

Anúncios

7 Responses to Amadorismo na saúde: a questão dos autistas

  1. julio disse:

    Ontem na UPA da Penha, a média de espera pelo atendimento era de 4h. Isso se não dependesse de raios X, porque aparelho está quebrado desde a semana passada.

    Faltavam médicos e os funcionários do atendimento mandavam as pessoas procurarem o hospital Getúlio Vargas.

    UPA não é Unidade de Pronto-Atendimento ?

  2. JANJÃO disse:

    Ordem, insegurança e terror

    O “Choque de Ordem” está fundamentado na ideologia da “Tolerância Zero”, criada em Nova York há aproximadamente uma década e já evocada pelo ex-governador carioca Anthony Garotinho para criar uma “sensação de segurança” na população. O novo prefeito não parece muito original.

    De forma clara, esse zeramento de tolerância se define por perseguir e encarcerar os pequenos criminosos, o que deixa em aberto se os grandes criminosos seriam também perseguidos. Na prática, parece que não seriam, não são e nada indica que efetivamente o serão. Para o grande crime, a tolerância parece ser mais folgada. Disso, não é ordeiro falar, pois é chocante demais. Não é muito polido dizer que o tal “Choque de Ordem” não é mais do que a expulsão dos pobres de lugares com potencial para especulação econômica e imobiliária.

    Em resumo, no “Choque de Ordem” os personagens são principalmente os camelôs, os desempregados, os invasores e os moradores de rua, isto é, os maus consumidores. O objetivo é fazer crer aos consumidores cariocas que são esses pobres-diabos que causam a insegurança. E mais: que uma bela imagem urbana, “ordeira”, é fator de segurança. Doce e trágica ilusão.

    Ora, como dito anteriormente, ao mesmo tempo em que a vida insegura é a essência desta sociedade, há os que nos querem fazer crer o oposto. E mais: que o que atrapalha a segurança são os “outros”, os diferentes, ou, bem se pode dizer, os maus consumidores, os pobres que usam as calçadas para vender todo tipo de coisas ou simplesmente para dormir. Para eles, diz Bauman, tolerância zero.

    As coisas são tão loucas num mundo assim que é possível mesmo afirmar que quanto mais ordem, mais insegurança, quanto mais “segurança pública”, mais terror. Mas, esse é o jogo e é preciso saber jogar com essas regras sem enlouquecer. De todo modo, é sempre útil saber que nos estão enganando e que a nossa loucura e a nossa estupidez são fundamentais para a sobrevivência dessa lógica social. Saber disso faz sofrer, mas ao menos nos devolve um pouco de sanidade.

  3. LUCIANA ROMÉRO disse:

    Bem, sou médica há mais 2 décadas, pediatra pela FIOCRUZ e faço psiquiatria pela UERJ / HUPE. Já me aposentei por LM pela PCRJ. Estatutária c/ incorporação de cargo: Presidente da FUNLAR. Quer mais?
    Acho que estou bem credenciada a questionar o que foi dito.
    Mas por ora, só deixo aqui a minha indignação pela afirmação sem embasamento, principalmente pq vivo a situação de frente.
    Só vi este comentário agora, portanto, já exausta, prefiro não ser tão inconsequente quanto aos desavisados, colocando aqui texto ou bibliografia about, pois aí não será só a minha palavra.
    Só peço um tempo, pois minha vida é uma correria como médica, mas responderei!, quem sabe na minha página?
    LR

  4. LUCIANA ROMÉRO disse:

    Assim como me apresentei para ser aceita, tb farei o comentário sobre AUTISMO, mas embasada e com bibliografia, mesmo q. demore uns poucos dias, pois trabalho muito.
    Com certeza, não direi apenas o que acho, pois sou médica, ex Presidente da FUNLAR nomeada pelo CM, além de pediatra e fazendo psiquiatria na UERJ/HUPE.
    Apenas não serei tão inconsequente quanto!
    Responderei logo, por aqui ou na minha página.
    Quanto a mim, só pergunte ao CM quem é LR, ok?
    Abraços e à luta!
    LR

  5. fABIANO disse:

    NOVE MOTIVOS CONTRA O CHOQUE DE ORDEM !!

    1º – ANTES DE TUDO O DIREITO DO CIDADÃO TEM QUE SER PROPORCIONALMENTE AO DO DEVER ( acontece que temos mas dever que direitos , é só olhar a nossa volta , ruas esburacadas , hospitais falidos , escolas falidas e pagamos sagradamente muitos impostos do lápis ao ipva , iptu ,DARJ , DARF ,IOFetc…

    2º CONTRUÇÕES IRREGULARES? 40% DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO E FEITA POR CONSTRUÇÕES IRREGULARES , A PROVA DISSO E AS FAVELAS ONDE IMPERA O ESTADO PARALELO , PRA MAQUIAR A CIDADE ELE PODE DEMOLIR UM , DOIS, MAS NÃO MILHARES , QUE ORDEM É ESSA? QUER ENGANAR!

    3ºANTES DE RECOLHER UMA BARRACA DE CACHORRO QUENTE , ELE TINHA QUE ARRUMAR EMPREGO PRA ESSA GENTE , CONCORDO QUE DEVE SER FISCALIZADO HIGIENE , MAS NUNCA ARRANCAR O DIREITO DE DE SOBRVIVER ,´JÁ QUE A CULPA DISSO TUDO TA ASSIM E O PROPIO GOVERNO NOS SEUS PRIMORDIOS

    4ºGUARDA MUNICIPAL , PRA QUE? PRA FAZER COVARDIA ROUBANDO BALA DE CRIANÇA E CARTÃO TELEFONICO DE CEGO , DEPOIS RATIANDO DENTRO DA KOMBI DA PREFEITURA

    5ºTRANSPORTE ALTERNATIVO , RECOLHER CARRO DE TRABALHADOR , E RIDICULO , QUERIA VER RECOLHER CARRO ROUBAD QUE VAI PRA MORRO PRA VAGABUNDAGEM DA CAVAL DE PAU ,E USAR EM ASSALTOS , SOU CONTRA A BADERNA URBANA , MAS LEMBREM-SE , A BADERNA COMEÇA PELO PROPIO GOVERNO , TODOS NÓS TRABALHADORES SOMOS VITIMAS DE GOVERNOS CORRUPTOS!

    6ºJÁ QUE NÃO SE PODE TABALHAR DE DIA , POR QUE NÃO LIBREAR O TRABALHO A NOITE , PRA QUEM DEPENDE DE VENDER CACHORRO QUENTE PRA SOBREVIVER,JÁ QUE A NOITE VIROU A UNICA SOLUÇÃO PRA QUEM PRECISA TRABALHAR , JÁ QUE NÃO TEM EMPREGO FORMAL

    7º PORQUE DE TANTOS PARDAIS ELETRONICOS ESPALHADOS PELO RIO , JÁ QUE SUA GRANDE MAIORIA , ESTÃO EM AREAS DE PERIGULOSIDADE , ALIAS O RIO E NUM TODO PERIGOSO

    8º RECOLHER MORADORES DE RUA , E NÃO DAR NEM UMA GARANTIA DE FUTURO , O QUE ADIANTA , SE PARA O TRABALHADOR , NÃO TEM HOSPITAL , ESCOLAS , NEM SEGURANÇA , ELE VAI DAR ISSO PARA MENDINGO QUE NÃO PAGA IMPOSTOS?

    9ºISSO QUE ESSE PREFEITO TA FAZENDO É SÓ PROMOÇÃO!

  6. Redação RPNC disse:

    Prezada Luciana,

    ficou difícil entender com relação a quê exatamente se coloca sua indignação, e quais afirmações você considerou inconsequentes.

    As informações colocadas em nossa página nos foram passadas por profissionais envolvidos na discussão, diretamente da Secretaria Municipal de Saúde, e foram devidamente verificadas, na medida do possível, antes da sua publicação.

    Lembramos que este é um espaço aberto à discussão e informação, e agradecemos a sua participação.

    Atenciosamente,
    –Redação RioPraNãoChorar

  7. Andre Gustavo Milward disse:

    Prezados amigos, pelo visto nos primeiros dias do governo Paes, nota-se um certo alvoroço para se mostrar um serviço improdutivo. Como foimuito bem colocado pelo Fabiano, esse “choque de ordem” apenas se apresenta como uma tentativa de maquiagem, pois se levado a cabo, realmente mais até de 40% da cidade está na “contravenção”, no erro e passível até de demolição. Então resulta em demagogia e atabalhoamento. O que mais fica marcado e transparente são as redeas do sr. governador nos cordéis da prefeitura, que antes gerida profissionalmente e com muita competencia, hoje começa a dar mostras de amadorismo e inconsequencia, com atitudes mal pensadas e mal elaboradas, e executadas então nem se fala. Como falar em ordem para uma camada mais humilde da população que tenta sobreviver com trabalho se o proprio governo a empurra para a marginalidade fechando as portas e caçando suas condições de ganha-pão, em nome de uma falsa ordenação … ? Mais uma vez deixo claro as primeiras impressões do novo governo: Hipocresia e demagogia, que só resulta em prejuizo para os menos favorecidos. Começou mal, muito mal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: